Escrito por Quinta, 04 Maio 2017 Publicado em Notícias

Especialista analisa opções de acordo com a atual conjuntura do INSS

Todos que se preocupam com seus rendimentos após o término das atividades profissionais estão preocupados com a maneira de garantir um rendimento futuro, sem contar apenas com os valores a serem recebidos pelo INSS (Instituto Nacional do Seguro Social). Segundo Milton Galvão, docente do curso de Administração da FMU, integrante da rede internacional de universidades Laureate, o investimento pode variar de acordo com as particularidades do trabalhador. “As opções dependem do perfil de cada indivíduo. Por exemplo: profissionais mais jovens têm uma menor aversão a riscos e podem investir em renda variável (como a bolsa de valores), já aqueles em faixa de idade mais avançada, tendem a buscar a segurança da renda fixa em suas mais diversas modalidades. No momento, os títulos públicos apresentam menor exposição ao risco.

O docente destaca as principais opções: 

Tesouro Direto 

O Tesouro Direto (principalmente os títulos indexados ao IPCA) garantem uma rentabilidade real, possuem liquidez e estão acessíveis ao pequeno investidor, se apresentando como uma alternativa viável para formação de uma poupança de longo prazo. Existe uma relação direta entre o risco e o retorno. Ativos de alto risco tendem a ser remunerados com maior retorno (taxa de juros), mas, por conta do momento econômico no País, os títulos públicos estão contrariando essa lógica. São rentáveis, dada a necessidade crescente de financiamento do governo, e são também seguros, pois são garantidos pelo Tesouro Nacional. Além disso, são líquidos, pois o Tesouro garante a sua recompra diária e também acessíveis ao pequeno investidor, que a partir de R$ 30 pode iniciar a formação do seu patrimônio.

IPCA+

O IPCA+ é um título de renda fixa pós fixado, que garante ao seu detentor uma rentabilidade real, ou seja, a manutenção do seu poder de compra, pois o rendimento é composto de duas parcelas: taxa de juros prefixada e variação da inflação (IPCA). Os títulos IPCA+ (NTNB Principal) tem como característica um fluxo de pagamentos simples: o investidor receberá o valor investido acrescido da remuneração no resgate. Por possuir prazos de resgate longos é indicado para o investidor que não tem urgência de utilizar o dinheiro (compra de casa, curso superior dos filhos, aposentadoria, etc.).

Previdência Complementar Aberta e Fechada

Escrito por Terça, 02 Maio 2017 Publicado em Redação

Muita gente tem medo das provas de Redação, seja na escola, no Enem ou no Vestibular. Então, como conseguir uma boa nota?

Tirar nota máxima na prova de redação é muito difícil e não existe uma fórmula que garanta um bom resultado. Mas algumas práticas são sempre citadas por quem chega lá:

1) Conheça a prova: Antes de qualquer coisa, saiba com que tipo de prova você está lidando – e isso vale para todo o Enem e para todos os vestibulares que pretende fazer. “Em vez de ver a prova como um inimigo, encare-a como algo que está em seu favor. Para isso, é necessário conhecê-la, o que envolve, no caso do Enem, saber os critérios de avaliação usados e a forma como os avaliadores gostariam que a sua redação fosse escrita“. E aí, você sabe o que a prova do seu vestibular está pedindo?

Escrito por Sexta, 28 Abril 2017 Publicado em Notícias

Quais as profissões que prometem marcar forte presença no mercado? Mesmo em um cenário de crise existem profissões que se destacam e que devem ter uma boa procura durante os próximos meses. Para o diretor executivo da Bazz Estratégia de Recursos Humanos, Celso Bazzola, para definir os setores que se destacarão são necessárias algumas análises. “O que leva a definirmos algumas carreiras promissoras para o próximo ano são as tendências de mercado e a economia do país. As necessidades e mudanças de comportamento também influenciam nessa análise”, explica.

Aí vale um alerta, não é porque estas profissões estão valorizadas que se deve correr atrás das mesmas, existe neste caminho mais um ponto muito importante, a vocação. Geralmente por influências externas, em muitos casos os profissionais optam pelo dinheiro e o resultado pode ser desastroso. Mas vamos as áreas de destaque segundo Celso Bazzola:

· Gestão de governança corporativa – dirigir uma empresa nos dias de hoje não é tarefa fácil, monitorar seus resultados e manter de forma coesa a relação de investidores, gestores, conselhos (chamados de stekeholders) é fundamental e em 2017 esse crescimento continuará, visando dar sustentabilidade aos negócios;

Escrito por Sexta, 28 Abril 2017 Publicado em Notícias

*Por Norman Arruda Filho

Foi em 2010, na Conferência Internacional sobre os Sete Saberes Necessários à Educação do Presente, que o filósofo francês Edgar Morin traçou os ideais da Educação Transformadora. Embasado em seu pensamento holístico, Morin defendeu uma educação pautada no desenvolvimento da compreensão e da condição humana, na cidadania planetária e na ética do gênero humano. Visão que daria aos indivíduos potencial para enfrentar as múltiplas crises sociais, econômicas, políticas e ambientais que colocam em risco a preservação da vida do planeta.

Menos de dez anos depois desse registro, é fácil perceber sua relação com nosso cotidiano. São poucas as mentes capazes de entender que a classe social não define o caráter de uma pessoa, que a liberdade é muito mais valiosa que o dinheiro ilícito, que a religião deve ser fundamentada em tolerância e respeito, e que o planeta é um bem finito e como tal, deve ser bem cuidado. Para enxergar tudo isso, é preciso ir além. Mudar modelos mentais. Transformar a educação para assim, transformar a sociedade.

Escrito por Terça, 25 Abril 2017 Publicado em Resumos de Obras

Confira abaixo o resumo e comentários das obras indicadas para o vestibular 2017.2 da Universidade Regional do Cariri - URCA. Os resumos não substituem a leitura integral das obras, mas dão uma ideia do enredo e dos autores. Boa leitura e boa prova a todos (as).

Escrito por Segunda, 24 Abril 2017 Publicado em Notícias

O Governo Federal determinou, por meio do Decreto 9.021, que, no mínimo, 60% dos cargos comissionados terão que ser ocupados por servidores públicos concursados. A medida, que foi divulgada no Diário Oficial da União do dia 03 de abril, tem como intuito valorizar os servidores públicos que ingressaram na carreira pública por meio de concursos públicos. A reserva de vagas será válida valerá para os Grupo-Direção e Assessoramento Superiores (DAS) 5 e 6, os grupos de cargos que recebem as melhores remunerações. Além disso, o decreto altera também os limites de ocupação de carreiras DAS de 1 a 4, e nesses casos, 50% da força de trabalho será de servidores públicos efetivos. Antes, a força de trabalho era de 75% para os cargos DAS 1, 2, 3 e 50% para DAS 4.

O ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, declarou que o decreto é a primeira medida do Poder Executivo que determina uma parcela mínima para ocupação de cargos comissionados por servidores públicos, como diretores e dirigentes máximos, por exemplo. A medida é um complemento de uma série de medidas da reforma administrativa, que prevê organizar a atual estrutura do quadro de servidores do Governo, segundo informações do Ministério do Planejamento. Uma das medidas implementadas foi a extinção de mais de 4 mil cargos e funções de confiança; e a conversão de aproximadamente 10 mil cargos DAS em Funções Comissionadas do Poder Executivo, que passaram a ser ocupadas apenas por servidores públicos concursados.

Com informações do Portal Brasil

 

Calendário

« Junho 2017 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
      1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30    

Sobre o Autor

  • José Roberto Duarte, iguatuense, professor do ensino básico, formado em Letras pela Universidade Estadual do…

Parceiros