Sexta, 10 Julho 2009 20:40

R$30 milhões em dívidas

Escrito por
A Prefeitura Municipal de Iguatu já pagou, segundo a secrretaria de Finanças, aproximadamente 12 milhões de reais referentes a dívidas deixadas por administrações anteriores. Os dados apontam que em 2005, primeiro ano de gestão do prefeito Agenor Neto (PMDB), a prefeitura pagou R$ 3.162.690,47. Em 2006, foram R$ 2.765.486,94; em 2007, R$ 2.871.252,91 e em 2008, R$ 2.81.364, 94. Em 2009, até o mês de fevereiro, a prefeitura de Iguatu já desembolsou a quantia de R$ 303.817,11. Somando os cinco anos de governo do prefeito Agenor Neto, já foram pagos R$ 11.954.612,37. A dívida de administrações passadas já ultrapassa os 30 milhões de reais. Os dados foram fornecidos pela secretária de Finanças do Município, Francigleuba Aragão.
Sexta, 10 Julho 2009 20:33

Deflação

Escrito por
Inflação oficial desacelera e fecha o semestre em 2,57%, segundo o IBGE
O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo, utilizado para balizar as metas de inflação do governo, fechou o primeiro semestre do ano em 2,57%, taxa inferior aos 3,64% relativos a igual período de 2008. O índice também desacelerou na comparação mês a mês. O IPCA de junho apresentou variação de 0,36%, abaixo da taxa de 0,47% registrada em maio.
Sexta, 10 Julho 2009 20:27

Arrecadação

Escrito por
Carga tributária sobe para 35,8% do PIB e bate recorde em 2008
A carga tributária brasileira bateu novo recorde em 2008 e chegou a 35,8% do PIB, segundo números divulgados hoje pela Receita Federal. Em 2007, a porcentagem era de 34,72%. O dado compara a arrecadação tributária do ano passado (R$ 1,034 bilhão) com a soma de todas as riquezas produzidas no país no mesmo período (R$ 2,889 trilhões). No ano passado, a arrecadação avançou 8,3%, enquanto a economia cresceu 5,1%, descontada a inflação.
Sexta, 10 Julho 2009 19:33

Auditoria

Escrito por
Senado anuncia corte de 29 diretorias e redução de 40% nos gastos
O primeiro-secretário do Senado, Heráclito Fortes, anunciou hoje que a Casa vai reduzir as atuais 38 diretorias a apenas nove departamentos. Seguindo orientações da auditoria realizada pela Fundação Getulio Vargas, o Senado vai enxugar os gastos em até 40%. As medidas devem ser implementadas em 20 dias.
Sexta, 10 Julho 2009 18:05

Em Várzea Alegre

Escrito por

Eunício e Cid Gomes juntos em inauguração de obras
O deputado Eunício Oliveira e o Governador Cid Gomes estarão nesta quinta-feira (9) no município de Várzea Alegre acompanhando a inauguração da primeira etapa da obra de urbanização da Lagoa de São Raimundo Nonato.
A obra, ao custo de R$ 2.561.702,28, com contrapartida do município no valor de R$ 561.702,28, foi assinada pelo Governador, e também contou com verbas federais através de emendas do deputado Eunício Oliveira.
De acordo com o parlamentar a obra é resultado do grande esforço do prefeito Zé Helder que procura sempre levar a população Várzea Alegrense projetos de reestruturação urbana visando o bem estar de cada cidadão. “Além da preservação ambiental do local, a cidade também passa a oferecer a sociedade mais um local de visitação turística e lazer. Várzea Alegre vive uma nova fase de desenvolvimento implantando um projeto político que me orgulho de fazer parte”, concluiu o deputado.
Ao lado do prefeito Zé Helder (PMDB), das lideranças políticas da região, e de grande parte da população, Eunício e Cid Gomes também devem acompanhar as obras de saneamento básico complementar da cidade que também contam com recursos federais captados através do deputado Eunício Oliveira.
A solenidade será no Parque Cívico de São Raimundo Nonato com programação inicial para às 20 horas e expectativa de grande festa por parte do público local.
Sexta, 10 Julho 2009 17:59

Consumo sustentável

Escrito por
Idec - Instituto de Defesa do Consumidor dá dicas de como economizar nas contas de água e luz
Mais do que diminuir o impacto da crise econômica no bolso, o consumo consciente evita o desperdício e a escassez cada vez maior dos recursos naturais
Medidas simples adotadas no dia a dia podem ser úteis na hora de diminuir custos e, consequentemente, o impacto da crise econômica no bolso. Mais do economizar nas contas de água, energia e telefone, adotar o consumo consciente colabora também para evitar o desperdício em uma época em que os recursos naturais se tornam cada vez mais escassos. Veja algumas dicas do Idec para economizar abaixo.
A falta de água em algumas regiões vem motivando o uso consciente desse recurso, através do reuso e aproveitamento da água da chuva. Há ainda sistemas de tratamento biológico e químico sendo adotados. Evitar o desperdício também é uma maneira de contribuir para que a ONU (Organização das Nações Unidas) atinja uma de suas Metas do Milênio: reduzir o número de pessoas sem água e sem saneamento à metade até 2015.
Em relação à energia elétrica, a crise de 2001 trouxe algumas mudanças de comportamento que provocaram diminuição significativa no consumo. É o caso da utilização de lâmpadas fluorescentes, que acabaram incorporadas. Os mecanismos de controle de qualidade, como o selo Procel também ganharam maior eficácia.
O mesmo ocorreu com a comida. Alternativas para distribuir alimentos que sobram estão sendo adotadas e, aos poucos, os consumidores vão percebendo que consumir cascas, folhas e talos não significa comer restos. Muito pelo contrário, eles podem ser grandes aliados da boa nutrição. As folhas de beterraba, por exemplo, são ricas em vitamina C, cálcio e fósforo. Já as de cenoura são fontes de flavonóides e ferro.
Como economizar nas contas de água e energia
Água
* Utilize aeradores (peneirinhas acopladas na saída de água) nas torneiras.
* Reduza o tempo no banho. Cinco minutos são suficientes! O consumidor pode economizar ainda mais se fechar o registro para se ensaboar.
* Reaproveitamento de água: a água do banho ou da máquina de lavar roupa também pode ser reaproveitada para lavar quintais.
* Feche a torneira ao escovar os dentes, fazer a barba e ao ensaboar a louça.
* Adote descarga de caixa acoplada no vaso sanitário (todas fabricadas a partir de 2001 utilizam 6 litros de água). O vaso sanitário com a válvula e tempo de acionamento de 6 segundos gasta cerca de 15 litros. Quando a válvula está defeituosa, pode chegar a gastar até 30 litros.
* Conserte os vazamentos de água assim que eles forem notados.
* Só ligue a máquina de lavar louça ou a máquina de lavar roupa quando ela estiver cheia.
* Use um regador para molhar as plantas ao invés de utilizar a mangueira.
* No verão, a rega deve ser feita de manhãzinha ou à noite, o que reduz a perda por evaporação.
* No inverno, a rega pode ser feita dia sim, dia não, pela manhã.
* Adote o hábito de usar a vassoura, e não a mangueira, para limpar a calçada e o quintal da sua casa. A mangueira ligada por 15 minutos gasta cerca de 280 litros de água.
* Lave o carro com balde e um pano ao invés de uma mangueira. Se possível, não lave o carro durante a estiagem (época do ano em que chove menos).
Energia
* É possível reduzir o consumo de energia desde o planejamento da construção de um imóvel, aproveitando ao máximo a iluminação natural. Abra janelas, cortinas e persianas durante o dia.
* Planeje a organização dos ambientes, como a disposição dos móveis, pois isso também ajuda.
* Troque as lâmpadas incandescentes por lâmpadas fluorescentes compactas, pois a economia de eletricidade proporcionada por ela pode chegar a 80%. A quantidade de acionamentos da lâmpada fluorescente compromete seu tempo de vida. Prefira-as para a cozinha, área de serviço, garagem e qualquer outro espaço em que as lâmpadas permaneçam acesas por mais tempo.
* Adote dispositivos de detecção de presença para lâmpadas em áreas externas, por exemplo.
* Ao sair do ambiente, sempre apague as luzes.
* Use cores claras no teto e nas paredes internas. Elas refletem melhor a luz e deixam o ambiente mais claro.
* Mantenha luminárias, globos e arandelas sempre limpos.
* Diante da falta de opções de descarte, ao jogar uma lâmpada velha no lixo comum, enrole-a com papel ou coloque-a de volta na embalagem original, para evitar que se quebre. Se puder, organize um grupo de vizinhos para o descarte coletivo nas empresas especializadas, que costumam cobrar caro pelo serviço. Quanto maior a quantidade de lâmpadas, mais acessível é o descarte correto.
* Para consultar se a marca que você utiliza tem o selo do Inmetro, acesse a página do órgão (www.inmetro.gov.br); no menu lateral à direita, clique em "Tabelas de eficiência energética". Cheque as empresas importadoras nas tabelas 13 e 14. Denúncias de lâmpadas não certificadas podem ser feitas na Ouvidoria do Inmetro, pelo telefone 0800-285-1818.
* Avalie a possibilidade de adotar o aquecimento solar de água. A substituição dos chuveiros elétricos por aquecimento solar possibilitaria a diminuição de 30 a 50% da conta de energia do consumidor residencial.
* Evite equipamentos ligados quando não necessário. Desligue os equipamentos da tomada, ao invés de desligar apenas no comando, se você ficará períodos longos sem utiliza-los. Os aparelhos em modo stand-by continuam consumindo energia.
* Antes de comprar um novo equipamento, verifique a etiqueta de consumo de energia e o selo do PROCEL e escolha aquele que consome menos energia.
* Não ligue a televisão só para servir de companhia, nem adormeça com ela ligada. Programe para que se desligue sozinha.
* Verifique as borrachas de vedação da geladeira e do forno - coloque uma folha de papel entre a borracha e a porta: se a folha ficar solta, a porta não está fechando de forma eficiente.
* Programe as definições do seu computador para ele se desligar automaticamente (hibernar) após um tempo sem ser utilizado.

Calendário

« Maio 2018 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
  1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30 31      

Sobre o Autor

  • José Roberto Duarte, iguatuense, professor do ensino básico, formado em Letras pela Universidade Estadual do…

Parceiros