O que é Cyberbullying e como se proteger desta violência Destaque

Escrito por  Quinta, 31 Agosto 2017 11:01

O cyberbullying é um dos problemas que são decorrentes da grande popularização da Internet. Além da polícia combater esse tipo de prática, é importante que as famílias e que os próprios internautas também saibam como se proteger. Afinal, não deixar que esse tipo de violência aconteça é uma das melhores maneiras de não passar por constrangimentos.

O que, realmente, é o cyberbullying?

Sempre que as pessoas veem o termo “cyber” podem associar a qualquer coisa que seja feita virtualmente ou que tenha a ver com o mundo virtual. Esse tipo de bullying é uma violência que acontece nas redes sociais, nos e-mails, no Youtube e em qualquer outra plataforma que seja da Internet. A ideia do bullying é selecionar alguma característica que constranja essa pessoa, como alguma coisa física ou então algum acontecimento. Normalmente, aqueles que fazem o bullying reforçam a cada dia aquele acontecimento ou aquela característica, impedindo que as outras pessoas esqueçam. O bullying que acontece na Internet funciona da mesma maneira. Alguém, geralmente usando um perfil falso, faz brincadeiras desagradáveis, ressalta alguma deficiência ou coisas do tipo.

Quais são as características desse tipo de violência virtual?

 

As pessoas que cometem essa violência, como dito, quase sempre estão usando perfis falsos para que a polícia não os encontre. Todavia, esse cuidado pode ser em vão já que as investigações estão cada vez mais avançadas.

Muitos casos de bullying são relacionados por motivos amorosos, quando não, costuma ser por inveja. A adolescência é uma época na qual os jovens estão tentando ser aceitos por determinado grupo e é comum que eles tenham muita insegurança. Com isso, quando algum colega se destaca mais, não é incomum que alguém tente ofuscar e também constranger esse indivíduo por meio dessa violência.

Esse tipo de bullying é feito apenas quando as pessoas veem?

Apesar de a maior parte das ocorrências de bullying ser na presença de muito mais gente, isso não é exatamente uma regra. É verdade que a plateia faz com que o agressor fique mais confiante e sinta-se mais aceito, mas apenas o fato de ele oprimir alguém pode já satisfazê-lo. Sendo assim, aqueles que cometem a violência virtual podem fazê-la sem que as mensagens sejam acessíveis para outros: usando e-mails e até o WhatsApp. O prazer que se vê no agressor, nesses tipos de casos, é o de saber que está retirando a paz da pessoa que ele está agredindo.

Quais são os danos que esse tipo de violência virtual causa?

Os danos emocionais para os que se envolvem nesse tipo de ataque são bem grandes, inclusive para os agressores. Algumas das reações que se observam nos que passam por esse tipo de agressão são a perda da autoestima, além do medo de se relacionar com outros indivíduos. Quando uma pessoa é uma vítima dessas violências virtuais, ela pode deixar de ter determinadas amizades, inclusive por medo de que esses colegas já saibam daquilo que o seu agressor conhece. Muitas vítimas acabam ficando isoladas em suas casas, inclusive por esse medo.

Obesos: algumas das principais vítimas

No caso das crianças, as maiores causas para que um agressor cometa bullying é um corte de cabelo, o modo de se vestir, a presença dos pais e o seu peso. Na realidade, estar acima do peso também faz com que os mais velhos passem por violência moral. De fato, esse tipo de agressão é uma coisa que atrapalha inclusive o emagrecimento. Enquanto existem crianças que ficam mais motivadas para perder peso, outras se desanimam por completo e acabam não querendo mais iniciar uma reeducação alimentar.

Como é que as pessoas podem prevenir-se contra o cyberbullying?

É verdade que existem, sim, meios para que essa violência virtual seja evitada e ela começa com os responsáveis fazendo a devida conscientização dessas crianças. Aliás, nesse processo de conscientização, os professores também têm um fundamental papel. Existem organizações psicológicas e também educacionais que fazem palestras e muitos eventos para que essas crianças aprendam que essa forma de comportamento prejudica os outros.

Evitando determinadas informações na Internet

Os jovens estão acessando cada vez mais cedo a internet e isso, mesmo sendo ótimo para o crescimento educativo deles e mesmo para as relações pessoais, necessita de cuidados. Por isso, é essencial que os responsáveis sempre deem orientações aos mais jovens sobre o que é recomendado que eles mantenham fora das redes sociais. Mais um cuidado importante é o de não adicionar todas as pessoas que os adicionam. Uma vez que os agressores usam perfis falsos, há a possibilidade de você adicionar o seu agressor.

Um outro cuidado é relacionado as suas senhas, lembre-se sempre de deslogar, caso use um gadget diferente e desprotegido de senha.

Fonte: https://canaldoensino.com.br/blog/o-que-e-cyberbullying-e-como-se-proteger-desta-violencia

 

Ler 133 vezes
José Roberto Duarte

José Roberto Duarte, iguatuense, professor do ensino básico, formado em Letras pela Universidade Estadual do Ceará.
Além da atuação educacional, é também colunista e diretor de redação do Jornal A Praça de Iguatu, e apresentador dos programas Mais Gospel e Mais Debates, aos sábados, na rádio Mais FM 106,1.

Mais nesta categoria: « Viagem - Viajem

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Calendário

« Setembro 2017 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
        1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30  

Sobre o Autor

  • José Roberto Duarte, iguatuense, professor do ensino básico, formado em Letras pela Universidade Estadual do…